Entenda como funciona a Intradermoterapia

A intradermoterapia é uma técnica realizada através da introdução de medicamentos,  há um tempo atrás essa técnica era bastante conhecida como a utilização de enzimas,  porém não é uma técnica exclusiva ao uso de enzimas, utiliza-se outros medicamentos também, como alguns princípios ativos, para obter um resultado ainda melhor, essa infusão na administração desse medicamento é feito a partir de utilização de perfurocortantes.

A utilização de agulhas de vários tamanhos é aplicada para realizar os procedimentos, vai de acordo com a técnica executada e a região, seja ele tratamento facial, capilar ou tratamento corporal. São muitos os tratamentos que podem ser feitos através desse método e com tamanhos diferentes de agulhas.

Os procedimentos não podem de forma alguma serem realizados por qualquer pessoa, vale ressaltar que é feito o uso de medicamentos e é necessário que a pessoa tenha um conhecimento profundo da área, conhecimento sobre saúde e farmacologia.  Hoje os profissionais na estética estão habilitados para fazer essa administração dos medicamentos, sendo eles biomédicos, farmacêuticos, médicos odontólogos, para tratamentos faciais e na região do pescoço. O conhecimento para a realização desses procedimentos é um fator indispensável.

O local de aplicação também precisa ser levado em consideração, a atenção para que procedimentos assim sejam realizados em ambientes altamente higienizados, implica diretamente para que que possíveis contaminações sejam evitadas, já que são técnicas tidas como invasivas, é indispensável que haja regulamentação pela vigilância sanitária, o alvará é extremamente importante e obrigatório. A capacitação do profissional não é único ponto, é necessário que haja toda uma composição segura, acompanhado dos protocolos, para a execução desses procedimentos.

Os medicamentos podem ser aplicados em todas as partes do nosso corpo, a intradermoterapia pode atuar no tratamento capilar onde pode ser feito a administração de medicamentos e vitaminas para o crescimento e ajudar a fortalecer os folículos pilosos; Na região da face, promovendo o clareamento de manchas; Flacidez na região dos braços pode aplicar uma medicações que estimula a produção de colágeno; Região abdominal através de medicamentos lipolíticos para diminuir a gordura localizada. Todas as partes do corpo podem receber a aplicação de medicamento para efetuar a técnica de intradermoterapia.

O profissional precisa realizar avaliações antes de começar o tratamento e é importante que o paciente seja conscientizado sobre as mudanças de hábitos que são necessários, para que os resultados sejam evidentes, através de uma rotina de atividades físicas, boa alimentação e comprometimento também com tratamento.

A media da duração de tratamentos corporais com intradermoterpia é de dois meses, sendo uma aplicação semanal. O tratamento para rejuvenescimento facial como o popular Skin Booster é feito apenas uma vez ao mês, com intervalo mínimo de 21 dias, devido a fisiologia da célula que produz o colágeno, que é o fibroblasto de 21 em 21 dias. O período de tratamento é de acordo com as necessidades do paciente e a técnica que será seguida, por isso a importância da avaliação.

Estudos científicos comprovam que 10ml de medicamento semanal é a quantidade máxima de metabolização dos nossos órgãos, ou seja, a realização de procedimentos diferentes de intradermoterapia no mesmo paciente, de maneira simultânea não deve ser realizada, pois a quantidade de medicamento a ser injetado deve seguir a dosagem correta de ml.

A técnica de aplicação vai depender da finalidade do tratamento que será feito , caso seja tratamento para estrias essa aplicação é mais superficial na derme, se for o caso de uma aplicação para gordura localizada é necessário lembrar do corte histológico da pele, ou seja, precisa entrar um pouco mais e chegar até a parte onde está o tecido adiposo, que seria na hipoderme e se a paciente vai fazer um tratamento para emagrecimento é preciso entrar com agulha mais fundo, para chegar na região muscular, vale ressaltar que se for aplicação intramuscular é importante escolher um local como a região dos glúteos, sendo a dose máxima de 10ml que pode ser dividido e aplicar 5ml em cada glúteo, com a técnica corretar, porque a região dos glúteos tem nervos importantes que não podem ser lesionados de maneira alguma, é necessário o máximo de cuidado e atenção na execução dos procedimentos.

Estudos recentes têm mostrado que alguns anestésicos inibem a ação do medicamento lipolítico. Não pode será realizado a mistura do anestésico juntamente com o medicamento lipolítico.  O medicamento é bastante dolorido, porém é importante não realizar essa junção, devido à queda da qualidade do produto, o que irá acarretar em resultados inferiores ao esperado.

As contra indicações para pacientes com diabetes controladas, grávidas, pacientes com infecções na pele local, paciente com infecção urinária, pacientes que estão fazendo tratamentos com antibióticos, outra contra indicação que é importante enfatizar são de pacientes com doenças auto imunes. Não faça tratamento em paciente com doença auto imune, com problemas hormonais. Por isso é indispensável uma avaliação completa do paciente, para que você obtenha todas as informações, o cuidado precisa ser reforçado nesse momento, certifique-se que o paciente não está com a tireoide comprometida por exemplo, porque alguns lipolíticos jamais em hipótese alguma podem ser aplicados nesses pacientes.

Esteja atento e sempre trabalhe com expectativas reais com o paciente, não dispense as avaliações que fornecem as informações sobre o paciente, de forma alguma, isso irá prevenir futuras adversidades comprometendo a saúde do seu paciente e a sua carreira.

Por Dra. Juliana Boaventura e Dra. Fabiana Alline

 

Confira também:

Laserterapia Aplicada a Estética

Qual a importância de se especializar em Saúde Estética?

Agora você pode ter uma especialização em Goiânia ou na sua cidade, através de uma Pós Graduação EAD ou Presencial. Clique no botão abaixo para conhecer a nossa Pós Graduação em Estética e seja um especialista na área da saúde.