Atendimento pré-hospitalar – APH

O atendimento pré-hospitalar é uma assistência oferecida à vítima, por uma equipe de profissionais qualificados, que operam a fim de evitar maiores comprometimentos a saúde do paciente, a ação é de extrema importância, é através dela que muitas fatalidades são evitadas e assim as vítimas são mantidas vivas até a chegada ao hospital.

O atendimento emergencial, na maioria das vezes ocorre fora do ambiente hospitalar, no qual os profissionais se deslocam até a vítima, através do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU)funciona 24h por dia e atende urgências e emergências em residências, locais de trabalho e vias públicas. Esse atendimento pode ser acionado por qualquer civil através do 192.

A equipe de profissionais realiza o atendimento de urgência e emergência no local onde a vitima se encontra e dentro da própria ambulância, o atendimento pré-hospitalar pode ser realizado por hospitais, bombeiros, transporte aéreo, entre outros, de acordo com a necessidade individual de cada circunstância.

O atendimento pré-hospitalar pode ser tanto fixo, quando móvel, de acordo com a legislação brasileira. (Ministério da saúde)

O fixo também conhecido como atendimento primário, é composto por unidades básicas de saúde, no qual é oferecido atendimento as vítimas que estão diante de situações menos complexas, de baixa gravidade. O APH fixo ocorre em unidades não hospitalares também.

O atendimento pré-hospitalar móvel primário consiste em prestação de ajuda que deriva de um cidadão, quanto ao atendimento secundário, diz respeito ao atendimento aos pacientes que já passaram pelo primário, mas ainda necessitam de encaminhamento para unidades que dão sequencia para tratamentos para casos mais complexos.

Os métodos utilizados pelos profissionais são padronizados e tem como objetivo controlar a situação atual da vítima, evitando danos maiores. As abordagens contam com o método XABCDE do trauma, divididos por etapas:
X – Controlar hemorragia exsanguinante
A – Controlar a coluna cervical e fazer manutenção de vias aéreas pérvias
B – Avaliar o padrão respiratório e o processo de ventilação
C – Avaliar o padrão circulatório e controlar hemorragias
D – Fazer a avaliação neurológica
E – Expor as vestes da vítima nos locais lesionados e fazer a prevenção de hipotermia

Situações que necessitam de atendimento pré-hospitalar são de grande pressão e carregam um grande stress emocional. Nesse âmbito existe a capacitação para lidar com as urgências de saúde de natureza traumática ou clínica. Os desafios enfrentados diariamente por esses profissionais são muitos e exigem bastante esforço e desempenho.

Confira também:

Urgência e Emergência VS o enfrentamento do Covid-19

Atuação da Enfermagem na PCR em pacientes com COVID-19

Agora você pode ter uma especialização em Goiânia ou na sua cidade, faça uma Pós Graduação EAD ou Presencial. Clique no botão abaixo para conhecer os nossos cursos e tenha uma Pós Graduação em saúde.