Carreira

Por quê terminei a graduação e estou desempregado? O que devo fazer?

É comum estudantes terminarem a graduação e se verem perdidos no mercado de trabalho. O que farei agora? A menos de 10 anos o indivíduo que finalizava um curso superior automaticamente era chamado de doutor e oportunidades de emprego ou abertura de novos negócios eram facilmente atingíveis. Agora, depara-se com um mercado extremamente exigente, com valorização não somente do diploma, mas com formações complementares, como uma segunda língua de formação, informática avançada, bom relacionamento em equipe e principalmente, conhecimentos mais especializados em uma determinada área, garantida através de um título de especialista.
Desta forma, a pós-graduação lato sensu se tornou fundamental na garantia de novas oportunidades e processos seletivos, após os árduos 4 a 5 anos de graduação. Então quer dizer que tudo que fiz até agora foi em vão? Não é bem assim, o Censo do IBGE mostra um crescimento no número de brasileiros com ensino superior, assim o percentual de formados subiu de 4,4% para 7,9%, segundo dados obtidos em 2017. Isso significa que, aquele que conseguiu realizar um curso superior no Brasil ainda faz parte de uma fatia privilegiada no país e detém possibilidades de conquista profissional diferenciada.
O fato é que aquele que era considerado até então a etapa final para a maioria dos estudantes na conquista do mercado profissional, hoje se faz necessário ou mesmo obrigatório o investimento em um curso de pós-graduação. Dentre estes é possível escolher a opção pelo stricto sensu (mestrados e doutorados) que apresenta uma duração média de 2 a 5 anos respectivamente, ou o lato sensu (especializações e MBAs - Master of Business Administration) com duração média de 12 a 24 meses.
Como o tempo destinado a estudos e o valor financeiro investido tem sido um fator limitante a profissionais, que querem a certificação em um período mais curso e com investimento reduzido, a maioria dos profissionais têm optado pelo lato sensu. Certos de que as chances de empregabilidade e oportunidade de novos negócios possam ocorrer brevemente. Alinhado a esta realidade entre o acadêmico e o profissional, nos últimos quatro anos, houve um crescimento de 25% no número de


programas de pós-graduação no país, de acordo com dados do SNPG (Sistema Nacional da Pós-Graduação), isso significa que a demanda vem aumento significativamente e os profissionais já estão antenados, sobre a exigência de se capacitar após a finalização do ensino superior.
         Em uma entrevista de emprego e demais processos seletivos, as formações são fatores essenciais durante a escolha do melhor candidato a vaga, associado a experiência e disponibilidade. Por este motivo, não se pode perder tempo e iniciar a sua formação logo após a finalização da graduação é requisito básico. O profissional deve realizar a pesquisa de onde e qual especialização irá optar já no final da graduação, mas a entrada no programa de pós-graduação é somente após a finalização do curso superior.
O fatores que são essenciais nesta escolha são: o reconhecimento do Instituto pelo MEC, a qualificação do corpo docente com profissionais com vivência de mercado além da titulação oferecida, as oportunidades de práticas ou estágios para uma boa experiência com a área que optou pela sua formação, além da reputação científica e gerencial da pós-graduação,  que pode ser obtida por egressos, docentes ou pós-graduandos que ainda estão em formação.
Qual motivo leva um profissional a fazer especialização?
- Os conhecimentos na graduação não foram suficientes para atender a expectativa do mercado, principalmente no que diz respeito a conhecimento da prática vivencial e aprofundamento de conteúdos abordados de forma superficial, além disso o conhecimento específico em uma área que não foi ministrada na graduação pode ser suprida pela pós-graduação.
- Mesmo sendo graduado em uma área é possível realizar uma especialização ou MBA em uma formação correlata ou mesmo realizar em áreas diferentes, ampliando a capacidade do profissional em atuar em diferentes vertentes de mercado e caso a pós-graduação ofereça no conteúdo programático o módulo de Docência Universitária, o especialista poderá optar pela área da docência do ensino superior, podendo participar de processos seletivos nas melhores faculdades ou universidades do país.
-  O currículo do profissional estando incluso a titulação de especialista, o torna competitivamente mais apto a ser um dos selecionados no processo de recrutamento, que somados a outras formações e competências o tornará apto a assumir a vaga. Aquele que optar por abrir o seu próprio


negócio, também terá informações mais aprofundadas tecnicamente e sobre gestão, caso seja oferecido a disciplina de gestão na grade curricular, ampliando as chances de seu negócio ser um sucesso.
- A remuneração para aqueles com pós-graduação em sua formação, são segundo pesquisas, estatisticamente significativas, gerando valorização profissional, melhores ganhos, maiores oportunidades e consequentemente qualidade de vida ao profissional a médio e longo prazo.
- Na especialização são dadas oportunidades de conhecer professores com renome, competência e expertise na área, o que faz o pós-graduando ter possibilidades de network com as referências do mercado. Além disso, em sala é possível conviver com profissionais das mais diversas áreas e trocar conhecimentos e contato constantemente, além das oportunidades nos estágios ou aulas práticas externamente a sala de aula.
Desta forma, não há dúvidas de que os cursos de lato sensu afunilam a formação do estudante em direção a uma área mais específica de atuação. Amplia oportunidades e garante ao profissional concorrência vantajosa em sua área de atuação, seja ela para aqueles que procuram empregabilidade ou para os que desejam empreender e concorrer com mercados cada mais exigentes e profissionais. A quantidade de concorrentes deixa de ser um fator de impacto quando a qualidade do profissional e do serviço prestado é superior, para isso é necessário se especializar e se capacitar constantemente.
 

MATRIZ - Goiânia


Endereço: Rua 87 nº 523, Setor Sul. CEP: 74.093-300

">Ver no mapa

Ver outras unidades